16 de janeiro de 2011

Caso de Verão II

Segunda parte

Não acredito que estou desabafando com um completo estranho. Bom até agora ele foi a unica pessoa que me escutou por aqui.
Passamos bastante tempo conversando, rimos de coisas engraçadas coisa que nunca fiz com o Jake, meu noivo. Ele é sério e se irrita fácil nunca o vi sorri, vejo-o só aos gritos com seus funcionários, amigos e comigo. Depois de horas juntos eu e Zac fomos cada um para sua casa , ele me deixou na porta do hotel. Marcamos de nos encontrar no dia seguinte. Sabe a companhia dele é diferente, a gente ri o tempo todo.

Zac é diferente dos caras que conheço e sem mencionar que é lindo, charmoso e galanteador. E o melhor de tudo, com ele posso ser quem eu quero ser e não uma garota-mulher criada pela grande herarquia de empresários onde temos que ser bem educadas e intelectuais.

A noite passou rápido e a manhã também, já era 15:30, hora que Zac iria vim me buscar, desci para recepção do hotel Plazza e fiquei a sua espera, quando vejo uma figura conhecida chegar, sim era ele e estava lindo com uma camiseta branca, uma bermuda bege, all star, cabelo bagunçado e óculos escuros. Me diga que perfeição é essa?
Preciso nem dizer que me perdi em meio de tanta beleza, só consegui acordar de meu transe quando ele disse "oi" ao pé do meu ouvido, me fazendo arrepiar toda.

- Oi - sorri
- Desculpe o atraso é que a Miley ficou pegando no meu pé e fazendo interrogatórios. - Era só que faltava, uma concorrente. QUE ISSO VANESSA VOCÊ VAI SE CASAR. mas eu tenho que saber quem é a perua.
- E Miley quem é? - perguntei tentando não deixar meu verdadeiro interesse transparecer.
- A minha irmã mais nova - ele me olhou e sorri aliviada, não sei mais fiquei feliz com isso. QUE ISSO VANE, VOCÊ CONHECEU ELE ONTEM E VAI SE CASAR, que merda :'( , bom ninguém precisa saber disso ...
- Podemos ir? - ele me perguntou.
- Quê?
- Se podemos ir? - ele sorriu de orelha a orelha.
- Ah claro mais pra onde vamos?
- Hum que tal ao cinema?
- Claro - sorri e fomos até ao cinema que não ficava muito longe do hotel. O filme era muito engraçado e eu ria muito e Zac também, nunca vi um filme tão engraçado como esse.

O filme acabou e fomos para o calsadão de copa cabana, comemos batatas fritas, chupamos sorvetes e tomamos água de coco, que perfeito. Conversamos sobre diversas coisas e depois fomos para sua casa onde seus amigos estariam lá, e já que era sexta-feira e não tinha nada melhor pra fazer.

- Oi pessoal - ele disse comprimentando os amigos ao chegarmos em sua casa. - Gente essa é a Vanessa. Vanessa essa aqui é a Miley a minha irmã, esse é o Nick o seu namorado, a Demi e o Joe , a Ashley e o Jared. - Ele disse mostrando um por um.
- Prazer pessoal - sorri, todos pareciam bem legais, só não fui com a cara dessa tal de Ashley ela parece, hãn parece que gosta do Zac.
- E ai Vanessa, você é de onde? - Miley me perguntou
- Eu sou da Califórnia. - respondi sorrindo.
- Meninas nós vamos para a sala de jogos! - Zac disse sumindo ao entrar em uma sala.
- Vanessa vai ficar até quando aqui? - foi a vez de Demi perguntar.
- Na verdade ficarei até domingo de manhã.

Narração por Zac


Conhecer a Vanessa foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida, ela é legal, terrivelmente atraente, diferente de qualquer garota que conheço, mas tem um defeito, ter um noivo. Se é que pode dizer assim.

- Zac, essa Vanessa é um tremendo pão. - Joe falou com um sorriso malicioso estampado no rosto.
- Joe desencana ela não é pro seu bico. - sorri. - E você já tem a Demi! - afirmei.
- O joe tem razão. - Nick falou rindo.
- Eu sei, eu sei - sorri abobado.
- Acho que tem gente apaixonado aqui. - Jared disse pegando o taco de jogar sinuca e fazendo sua jogada.
- Quem tá apaixonado?
- Você. - respondeu todos juntos formando um perfeito coral.
- Mas não estou apaixonado. - ou estou ? - E outra ela tem noivo. - eles me olharam incrédulos.
- Como assim? - Nick perguntou dando inicio a sua tacada.
- É gente. - contei toda história resumida é claro e só o que eu sabia que poderia contar. Eles ficaram boquiabertos.
- Eu hein Zac, você só gosta de mulheres complicadas - Joe disse divertindo a todos, até eu.

Bom primeiramente eu gostaria de pedir, mil desculpas a todos vocês, por estar editando o blog a toda hora, mas o motivo é que ainda estou arrumando ele.
Em segundo lugar gostaria de agradecer ao comentário da Lary e é por este motivo que postei mais um. Bom Lary, não posso falar muito sobre o que vai acontecer, mas realmente a Van terá um caso com o Zac e o noivo dela bem, aparecerá logo, logo. A web é curta, afinal é mini, mas será muto interessante.
E por fim, gostaria de agradecer a Paula, por nos seguir. Brigado flôr de verdade.
Bom continuem comentando que postarei, mais e mais
Xoxo Sam ♥

Caso de Verão I

Primeira Parte


Narração por Vanessa

Rio de Janeiro, um lugar maravilhoso para esfriar a cabeça. Aqui pode-se dizer que DEUS não economizou nem um pouco de esforço e criatividade para inventar essa maravilha. Muito menos para criar os homens daqui. É cada um mais bonito que o outro.
Vivendo em um mundo de perdições, posso dizer que aqui é um lugar onde vivemos pecando. É uma pena que eu não posso, ter nenhum desses homens. Oh céus como eu queria.

- Oi me vê um refrigerante - falei para o garson do quiosque. Dei uma olhada em volta procurando lugar pra me sentar e nada, parece que todos do rio gostam de vir a esse quiosque. - Senhorita aqui está o seu refrigerante - o garson disse me fazendo olha-lo - Quer algo para acompanhar? Temos batata frita - sugeriu.
- Não obrigada. - Respondi. Por mais que eu amasse batata frita, eu tinha que recusar afinal estou de regime. Ele me entregou a bebida. Me virei novamente para procurar um lugar, quando vejo um homem, e que homem, sentado em uma mesinha sozinho lendo um livro qualquer e tomando algo. Imediatamente me aproximei para ver se podia sentar ali.
- Com licensa, posso me sentar aqui ou a cadeira não está vaga? - perguntei olhando-o que me encarou.
- Claro que pode - ele sorriu, me fazendo arrepiar dos pés a cabeça. Que sorriso encantador.
- Obrigado. - sorri de volta - Como esse quiosque é lotado né?
- Aqui é sempre assim - ele me olhou e depois voltou a ler seu livro.
- Hum legal. - tomei um gole do meu refrigerante e comecei a olhar as ondas do mar que iam e vinham. Acho que fiquei assim cerca de cinco minutos, quando percebi que ele me olhava intensamente.- Han que foi?
- Er, na -n-a nada - ele começou a gaguejar, e devo confessar que ele era uma gracinha assim - Hãn! Você não é daqui né?
- Não e você?
- Sou.
- Legal - olhei para o mar - Desculpe eu não ser nada indiscreta, mas o que um homem bonito assim como você, faz aqui em um quiosque só? - eu o mirei e ele me olhava com uma cara esquisita. - Ai deleta isso, tipo é sua vida pessoal e a gente nem se conhece ...
- Pega nada não. - ele me interrompeu. Tá claro que eu não queria que deletasse aquela pergunta de verdade, mas é que eu estava curiosa de mais pra saber. - Sabe que não sei. - por fim respondeu minha pergunta. - ele olhou para o mar - E você?
- Bom eu também não sei. A unica coisa que sei é que vim para esquecer um pouco a minha vida. - ele me olhou confuso. - Acredite estou mais confusa que você!
- Por quê?
- Ah é um história muito longa e chata, você não ia querer escutar, e te faria dormir. - Sorri.
- Te garanto que escutaria - ele olhou bem no fundo dos meus olhos foi quando eu percebi que seus olhos eram azuis como o mar e ipnotizante quanto um por -do- sol. Um fenômeno maravilhoso que adoro observar.
- Bom eu sou noiva de um cara ai, mas não o amo, falta apenas uma semana para nos casarmos, e vim pra cá para pensar um pouco, em como será minha vida daqui pra frente. - Coisa que não fiz muito. Pensei.
- Mas se não o ama , porque irá se casar ?
- Meu pai, ele acha que seria bom para a empresa - ele me olhou.
- Hum quer dar uma volta e me contar o resto? - ele tomou sua bebida e se levantou em seguida pegando seu livro..
- Claro se você não se enjoar até lá. - ele deu uma leve gargalhada gostosa.
- Isso é completamente impossível. - ele me olhou. - Adoro fuxicar a vidas dos outros. Vô lá pagar as bebidas.
- Eu vô com você. - me levantei e o segui.

Hey, primeiramente gostaria de pedir que não levem em consideração meus erros de português. Não sou muito fã desta matéria, então haverá erros sempres.
Em segundo lugar, gostaria de saber o que vocês estão achando da Caso de verão, comente e teram mais amanhã, ou hoje ainda.
Xoxo Sam ♥

Introdução.

Olá, como já disse no "quem sou eu" Me chamo Samanta Anne,  Baby ou Sam. Tenho 16 anos e moro em São Paulo.
Este blog eu criei com o intuito de postar diversas histórias feitas por mim, sobre um único casal. Zanessa.
Comecei a gostar de Zanessa no mesmo ano em que o filme High School Music, que foi ande a carreira deles decolou. Mas claro vocês sabem perfeitamente!
Já escrevo histórias a quase um ano, e gosto muito de cada uma que já escrevi. Não faço o tipo que termina todas, mas garanto a todos meus leitores que terminarei todas postadas aqui. Atualmente estou escrevendo as histórias:

Caso de Verão - Mini Web, está sendo postada em minha comunidade, mas postarei aqui.
Still Love You - Também está em minha cmm, mas postarei aqui também.
Hey! Goodbye - Uma Web Jemi que poderei postar aqui, mas adaptada.

Tenho vários outros projetos para o DZ, mas dependo do comentário de todos vocês.
Espero que tenham gostado dessa mini-introdução, de tudo o que está por vim.

Xoxo ♥