19 de janeiro de 2011

Caso de Verão IV

Primeiramente, gostaria de pedir desculpas. Ontem eu não dormir em casa, por isso que não postei e nem vim dar esclarecimentos.
Em seguido gostaria de agradecer os comentários e dizer que Amo muito vocês.

Quarta Parte

Se eu ficasse ali mais um pouquinho, não aguentaria uma despedida, mais concreta. Esses últimos dias foi bom, principalmente a noite de ontem, juro que amei. E tinha que ter algo para estragar. Não queria ser fria com ele sei que o magoei, mas não foi minha entensão. Talvez fosse melhor assim.
Ao chegar no hotel, subi para minha suite e encontrei Jake em pé com as mãos no bolso e olhando para a paisagem. Não estaria admirando, ele é íncapaz de admirar algo. Ele parecia estar nervoso e estremamente irritado.
Juro que fiquei com medo, e quem não ficaria com medo de um cara como ele?

- Você demorou, onde estava? - ele perguntou sério, ainda olhando para a "paisagem"
- Oi pra você também. - olhei pra ele. - Eu estava no quiosque tomando água de coco. - ele me olhou de um jeito que nunca me olhou antes.
- Não minta Vanessa. Na recepção perguntei se você estava na suite e me disseram que você não dormiu aqui. E que havia saido com um desconhecido. - Ele se aproximou e meu coração acelerou.
- É eu sai ontem com uns amigos e depois fui dormi na casa da Miley, e na hora que você chegou estávamos na praia. - essa parte tive que mentir, não teve jeito.
- Aconteceu alguma coisa entre você e esse cara? - sua voz mudava cada vez mais. Pude notar que ele cerrava os punhos.
- Não. - menti, não podia falar a verdade, acho que ele me mataria. - Eu dormi com a Miley. - ele assentiu.
- Arruma suas coisas, vamos voltar para Califórnia. - Ele se afastou e foi para janela novamente.

Querendo ou não eu teria que ir com ele, arrumei minhas coisas, escrevi uma carta sem o Jake ver, a deixei na recepção e seguimos para o aeroporto. Sai uma semana para me organizar e esquecer da minha vida, acabei descobrindo uma nova e conhecendo o amor da minha vida, e não posso tê-lo. Pois irei me casar daqui a dois dias. Destino injusto não?

Narração por Zac

Todos ficamos preocupados com a Van e minha irmã pediu que eu fosse atrás dela, ao chegar no hotel Plazza e perguntei onde ficava o quarto dela o recepcionista disse que ela não estava mais lá, já havia voltado para Califórnia junto ao noivo, mas que me havia deixado uma carta.
Sai do hotel e sentei na mesinha do mesmo quiosque que nos conhecemos. E comecei a ler.


"Todos na vida temos um caminho à seguir. Caminhos que se cruzam com diversas pessoas, sejam elas boas ou ruins. Caminhos que nos leva a conhecer pessoas que odiamos profundamente, pessoas que quase não gostamos, pessoas que sentimos um carinho especial, pessoas que sabemos que não podemos confiar e pessoas que podemos confiar, esses caminhos nos levam a conhecer uma pessoa, seja ela especial ou não. Cabe ao nosso coração nos dizer o que acha da pessoa, com a qual meu caminho se cruzou.
Meu caminho já se cruzou com o de diversas pessoas, mas as pessoas quem eu mais me apeguei, as pessoas que eu mais gostei, as conheci ontem dia 12/07/2010. Mas à uma em especial e eu a conheci cerca de dois dias atrás. Um cara legal, meigo, extremamente atraente, divertido [...] Conheci o cara que mudou a minha vida, o cara que me ensinou algo que jamais esquecerei. Ele me ensinou o que é o amor. O amor mais puro e verdadeiro.
Eu queria que esse sentimento durasse para sempre, mas um dia o sempre acaba como acabou.

Infelizmente tenho que voltar para Califórnia com Jake, e como você soube desde o inicio terei que me casar com ele. Mas quero que saiba que adorei te conhecer e que foi graças a você que esqueci o amor.
Queria que isso não passasse de um caso de verão, que fosse realidade, mas como todo sonho não dura por toda vida, o meu acabou quando recebi aquela ligação, tive que voltar a realidade. Uma realidade que não quero e odiaria ter que viver.
Espero do fundo do meu coração que jamais esqueça de mim, do mesmo jeito que jamais esquecerei de você!
Seja Feliz e não esqueça que Te Amo Muito.



Beijos Vanessa."

Bom amores, por hoje é só e lembre-se que terá só mais um ou dois posts, para o fim dessa micro-fic.
Respondendo, vocês :
Madelynn Ann: Obrigado anja. Bom acho que neste post está respondido sua pergunta né. Bejooos
Lary Efron: Pois é né. Sempre existe alguém para estragar aqueles momentos que mais gostamos em uma fic rsrs'
Paula: Não se preoculpe anja, ele não será uma pedra tão dificíl de se retirar, não! hsuahsaus

Laurinha: ASHASUAHSAUSAH Bom, não é uma quarta feira que vai fazer com que eles fiquem juntos né? Bom que bom que está achando perfeito.
Vivifaria, Tati e Laura: Obrigado amores, fico feliz que tenham gostado.
Only: Realmete o Jake é um grosso, machista e idiota. Porém ele é lindo, mesmo que eu não tenha descrevido-o, posso fazer isso na proóxima parte. Mesmo que a Vane fale com o pai dela, não adiantaria, porque as familias de onde ela vem marcam o casamento de seus filhos quando nascem. Então nem adiantaria ela questionar, seria tempo perdido.
Bom, digamos que o Zac ele é de classe Média Alta. Ele não é aquele rico multimilionário, mas apenas rico.

17 de janeiro de 2011

Caso de Verão III

Bom gostaria de agradecer a todas vocês pelas cem visitinhas *--*
Também gostaria de dizer que neste post, Vanessa e Zac faram amor, porém não sei escrever cenas hots, então peço que me perdoem se não ficar do geito que a grande maioria de vocês, estão costumados a ler.... Vamos a Fic....

Terceira Parte

Quando terminamos de jogar fomos para a sala e ficamos conversando mais um pouco. A Vane quis ir embora, mas já era muito tarde. Todos foram indo dormi aos poucos, até sobrar eu e Vanessa. Ficamos conversando até Vanessa falar que iria dormi e bom eu não iria ficar sozinho na sala. Miley havia emprestado um pijama pra ela. Eu e a Van tivemos que dormir juntos afinal o único quarto que sobrara é o meu.

- Zac no que está pensado? - ela perguntou depois de um tempo que já haviamos nos deitado.
- Você quer a verdade?
- Sim!
- Estava pensando em você - me virei de lado olhando-a. - E você?
- Eu? - ela respirou fundo - Também estava pensado em você. - sorri ao ouvir, que ela estava pensado em mim.

E isso foi o bastante para criar coragem e abraça-la, aproximando nossos corpos e bocas para iniciar um beijo quente cheio de desejo e amor. Nossas línguas estavam em perfeita sincrônia, em meu corpo percorria uma eletricidade, coisa que nunca senti antes com mulher nenhuma. Ela mexia no meu cabelo e eu apertava seu corpo contra o meu. Depois de um tempo assim tirei sua roupa, que impedia uma aproximação mais funda, nos envolvendo em um amor delicioso, que eu não queria que acabasse tão cedo. Quando acabamos Vanessa deitou sobre meus braços acariciando meu peitoral suado.
- Zac Obrigado.
- Obrigado pelo que?
- Por ser a melhor coisa que aconteceu em minha vida - ela disse, e eu sorri
- Obrigado você Vanessa - olhei pra ela, e percebi que ela já estava dormindo. Depositei um beijo em sua testa e logo após dormi.

No dia seguinte acordei, Vanessa já não estava mais ali do meu lado. Levantei me vesti e fui procura-la cheguei na cozinha ela estava sentada rindo com as meninas, olhei no relógio já se passava das 13:30. fiquei um bom tempo ali olhando-a quando...

- Ei Zac acorda. Queremos ir tomar café da tarde - Joe disse.
- Ah sim. - sorri e dei espaço pra eles passarem. E logo fui também. - Boa tarde meninas.
- Boa tarde. - elas falaram juntas, dei um beijo em cada uma e me sentei.

Tomamos o café da "tarde" e fomos pra sala, meus olhos não desviavam de Vanessa, era como um imã que vive procurando o metal. O tempo passou, assistimos filmes até algo, ou melhor um celular tocar. Vanessa se levantou e depois foi para a cozinha. alguns minutos depois voltou e disse que teria que ir embora.

- Quer que eu te leve? - perguntei esperançoso por um sim.

Narração por Vanessa

Estávamos conversando e nos divertindo até que meu celular toca, pedi licença para todos e fui para a cozinha. Olhei no identificador de chamadas e era Jake, meu noivo. Que hora para ligar, afinal por que ele estava ligando? Eu dexei bem claro quando disse que só voltaria domingo.

- Oi Jake - falei sem entusiasmo algum
- Venha para o hotel agora, estou te esperando. Tchau. - e desligou o telefone.

Af, que cara grosso, como meu pai quer que eu me case com um cara assim? Claro só pra ele ter mais dinheiro e também por essa herarquia brega onde vivemos hoje.
Cheguei na sala e anunciei a todos que teria que ir embora.

- Quer que eu te leve? - perguntou Zac
- Não Zac, obrigado. - me despedi de todos e Zac foi para a porta.
- Porque já vai?
- Por que tenho que ir. - dei um beijo na buchecha dele.
- Posso te ligar mais tarde?
- É melhor não Zac. - falei fria e sai.

Respodnedo aos comentários:
Laurinha: Obrigado anja, já estou seguindo o seu Blog amor. Espero que apareça sempre!
Lary: Não foi a primeira, mas foi a primeira a comentar em todo meu blog *--* Bom não é certo a Ash gostar dele não é?
Madelynn: Que bom amor, realmente ele ficou muito fofo apaixonado rsrs' Fico feliz que tenha gostad
o.
Paula:  Ont amor, obrigado de verdade. Bom está todo mundo com dúvidas se ela gosta ou não HAUHSA' Beijoos

Xoxo Sam ♥


16 de janeiro de 2011

Caso de Verão II

Segunda parte

Não acredito que estou desabafando com um completo estranho. Bom até agora ele foi a unica pessoa que me escutou por aqui.
Passamos bastante tempo conversando, rimos de coisas engraçadas coisa que nunca fiz com o Jake, meu noivo. Ele é sério e se irrita fácil nunca o vi sorri, vejo-o só aos gritos com seus funcionários, amigos e comigo. Depois de horas juntos eu e Zac fomos cada um para sua casa , ele me deixou na porta do hotel. Marcamos de nos encontrar no dia seguinte. Sabe a companhia dele é diferente, a gente ri o tempo todo.

Zac é diferente dos caras que conheço e sem mencionar que é lindo, charmoso e galanteador. E o melhor de tudo, com ele posso ser quem eu quero ser e não uma garota-mulher criada pela grande herarquia de empresários onde temos que ser bem educadas e intelectuais.

A noite passou rápido e a manhã também, já era 15:30, hora que Zac iria vim me buscar, desci para recepção do hotel Plazza e fiquei a sua espera, quando vejo uma figura conhecida chegar, sim era ele e estava lindo com uma camiseta branca, uma bermuda bege, all star, cabelo bagunçado e óculos escuros. Me diga que perfeição é essa?
Preciso nem dizer que me perdi em meio de tanta beleza, só consegui acordar de meu transe quando ele disse "oi" ao pé do meu ouvido, me fazendo arrepiar toda.

- Oi - sorri
- Desculpe o atraso é que a Miley ficou pegando no meu pé e fazendo interrogatórios. - Era só que faltava, uma concorrente. QUE ISSO VANESSA VOCÊ VAI SE CASAR. mas eu tenho que saber quem é a perua.
- E Miley quem é? - perguntei tentando não deixar meu verdadeiro interesse transparecer.
- A minha irmã mais nova - ele me olhou e sorri aliviada, não sei mais fiquei feliz com isso. QUE ISSO VANE, VOCÊ CONHECEU ELE ONTEM E VAI SE CASAR, que merda :'( , bom ninguém precisa saber disso ...
- Podemos ir? - ele me perguntou.
- Quê?
- Se podemos ir? - ele sorriu de orelha a orelha.
- Ah claro mais pra onde vamos?
- Hum que tal ao cinema?
- Claro - sorri e fomos até ao cinema que não ficava muito longe do hotel. O filme era muito engraçado e eu ria muito e Zac também, nunca vi um filme tão engraçado como esse.

O filme acabou e fomos para o calsadão de copa cabana, comemos batatas fritas, chupamos sorvetes e tomamos água de coco, que perfeito. Conversamos sobre diversas coisas e depois fomos para sua casa onde seus amigos estariam lá, e já que era sexta-feira e não tinha nada melhor pra fazer.

- Oi pessoal - ele disse comprimentando os amigos ao chegarmos em sua casa. - Gente essa é a Vanessa. Vanessa essa aqui é a Miley a minha irmã, esse é o Nick o seu namorado, a Demi e o Joe , a Ashley e o Jared. - Ele disse mostrando um por um.
- Prazer pessoal - sorri, todos pareciam bem legais, só não fui com a cara dessa tal de Ashley ela parece, hãn parece que gosta do Zac.
- E ai Vanessa, você é de onde? - Miley me perguntou
- Eu sou da Califórnia. - respondi sorrindo.
- Meninas nós vamos para a sala de jogos! - Zac disse sumindo ao entrar em uma sala.
- Vanessa vai ficar até quando aqui? - foi a vez de Demi perguntar.
- Na verdade ficarei até domingo de manhã.

Narração por Zac


Conhecer a Vanessa foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida, ela é legal, terrivelmente atraente, diferente de qualquer garota que conheço, mas tem um defeito, ter um noivo. Se é que pode dizer assim.

- Zac, essa Vanessa é um tremendo pão. - Joe falou com um sorriso malicioso estampado no rosto.
- Joe desencana ela não é pro seu bico. - sorri. - E você já tem a Demi! - afirmei.
- O joe tem razão. - Nick falou rindo.
- Eu sei, eu sei - sorri abobado.
- Acho que tem gente apaixonado aqui. - Jared disse pegando o taco de jogar sinuca e fazendo sua jogada.
- Quem tá apaixonado?
- Você. - respondeu todos juntos formando um perfeito coral.
- Mas não estou apaixonado. - ou estou ? - E outra ela tem noivo. - eles me olharam incrédulos.
- Como assim? - Nick perguntou dando inicio a sua tacada.
- É gente. - contei toda história resumida é claro e só o que eu sabia que poderia contar. Eles ficaram boquiabertos.
- Eu hein Zac, você só gosta de mulheres complicadas - Joe disse divertindo a todos, até eu.

Bom primeiramente eu gostaria de pedir, mil desculpas a todos vocês, por estar editando o blog a toda hora, mas o motivo é que ainda estou arrumando ele.
Em segundo lugar gostaria de agradecer ao comentário da Lary e é por este motivo que postei mais um. Bom Lary, não posso falar muito sobre o que vai acontecer, mas realmente a Van terá um caso com o Zac e o noivo dela bem, aparecerá logo, logo. A web é curta, afinal é mini, mas será muto interessante.
E por fim, gostaria de agradecer a Paula, por nos seguir. Brigado flôr de verdade.
Bom continuem comentando que postarei, mais e mais
Xoxo Sam ♥

Caso de Verão I

Primeira Parte


Narração por Vanessa

Rio de Janeiro, um lugar maravilhoso para esfriar a cabeça. Aqui pode-se dizer que DEUS não economizou nem um pouco de esforço e criatividade para inventar essa maravilha. Muito menos para criar os homens daqui. É cada um mais bonito que o outro.
Vivendo em um mundo de perdições, posso dizer que aqui é um lugar onde vivemos pecando. É uma pena que eu não posso, ter nenhum desses homens. Oh céus como eu queria.

- Oi me vê um refrigerante - falei para o garson do quiosque. Dei uma olhada em volta procurando lugar pra me sentar e nada, parece que todos do rio gostam de vir a esse quiosque. - Senhorita aqui está o seu refrigerante - o garson disse me fazendo olha-lo - Quer algo para acompanhar? Temos batata frita - sugeriu.
- Não obrigada. - Respondi. Por mais que eu amasse batata frita, eu tinha que recusar afinal estou de regime. Ele me entregou a bebida. Me virei novamente para procurar um lugar, quando vejo um homem, e que homem, sentado em uma mesinha sozinho lendo um livro qualquer e tomando algo. Imediatamente me aproximei para ver se podia sentar ali.
- Com licensa, posso me sentar aqui ou a cadeira não está vaga? - perguntei olhando-o que me encarou.
- Claro que pode - ele sorriu, me fazendo arrepiar dos pés a cabeça. Que sorriso encantador.
- Obrigado. - sorri de volta - Como esse quiosque é lotado né?
- Aqui é sempre assim - ele me olhou e depois voltou a ler seu livro.
- Hum legal. - tomei um gole do meu refrigerante e comecei a olhar as ondas do mar que iam e vinham. Acho que fiquei assim cerca de cinco minutos, quando percebi que ele me olhava intensamente.- Han que foi?
- Er, na -n-a nada - ele começou a gaguejar, e devo confessar que ele era uma gracinha assim - Hãn! Você não é daqui né?
- Não e você?
- Sou.
- Legal - olhei para o mar - Desculpe eu não ser nada indiscreta, mas o que um homem bonito assim como você, faz aqui em um quiosque só? - eu o mirei e ele me olhava com uma cara esquisita. - Ai deleta isso, tipo é sua vida pessoal e a gente nem se conhece ...
- Pega nada não. - ele me interrompeu. Tá claro que eu não queria que deletasse aquela pergunta de verdade, mas é que eu estava curiosa de mais pra saber. - Sabe que não sei. - por fim respondeu minha pergunta. - ele olhou para o mar - E você?
- Bom eu também não sei. A unica coisa que sei é que vim para esquecer um pouco a minha vida. - ele me olhou confuso. - Acredite estou mais confusa que você!
- Por quê?
- Ah é um história muito longa e chata, você não ia querer escutar, e te faria dormir. - Sorri.
- Te garanto que escutaria - ele olhou bem no fundo dos meus olhos foi quando eu percebi que seus olhos eram azuis como o mar e ipnotizante quanto um por -do- sol. Um fenômeno maravilhoso que adoro observar.
- Bom eu sou noiva de um cara ai, mas não o amo, falta apenas uma semana para nos casarmos, e vim pra cá para pensar um pouco, em como será minha vida daqui pra frente. - Coisa que não fiz muito. Pensei.
- Mas se não o ama , porque irá se casar ?
- Meu pai, ele acha que seria bom para a empresa - ele me olhou.
- Hum quer dar uma volta e me contar o resto? - ele tomou sua bebida e se levantou em seguida pegando seu livro..
- Claro se você não se enjoar até lá. - ele deu uma leve gargalhada gostosa.
- Isso é completamente impossível. - ele me olhou. - Adoro fuxicar a vidas dos outros. Vô lá pagar as bebidas.
- Eu vô com você. - me levantei e o segui.

Hey, primeiramente gostaria de pedir que não levem em consideração meus erros de português. Não sou muito fã desta matéria, então haverá erros sempres.
Em segundo lugar, gostaria de saber o que vocês estão achando da Caso de verão, comente e teram mais amanhã, ou hoje ainda.
Xoxo Sam ♥

Introdução.

Olá, como já disse no "quem sou eu" Me chamo Samanta Anne,  Baby ou Sam. Tenho 16 anos e moro em São Paulo.
Este blog eu criei com o intuito de postar diversas histórias feitas por mim, sobre um único casal. Zanessa.
Comecei a gostar de Zanessa no mesmo ano em que o filme High School Music, que foi ande a carreira deles decolou. Mas claro vocês sabem perfeitamente!
Já escrevo histórias a quase um ano, e gosto muito de cada uma que já escrevi. Não faço o tipo que termina todas, mas garanto a todos meus leitores que terminarei todas postadas aqui. Atualmente estou escrevendo as histórias:

Caso de Verão - Mini Web, está sendo postada em minha comunidade, mas postarei aqui.
Still Love You - Também está em minha cmm, mas postarei aqui também.
Hey! Goodbye - Uma Web Jemi que poderei postar aqui, mas adaptada.

Tenho vários outros projetos para o DZ, mas dependo do comentário de todos vocês.
Espero que tenham gostado dessa mini-introdução, de tudo o que está por vim.

Xoxo ♥